30 de julho de 2013

Fãs de diferentes versões de “Rebelde” entram em ‘guerra cibernética’

http://rd1.ig.com.br/wp-content/uploads/2013/07/re1.jpg 
O anúncio oficial da reprise da versão mexicana de “Rebelde” no SBT pode ter passado em branco para muitos telespectadores, mas já causou comoção nas redes sociais.

Numa breve chamada, o SBT anuncia o retorno da novela e acrescenta o selo “oficial” à logo da mesma, alfinetando o remake produzido pela Record entre 2011 e 2012. Bastou esta pequena provocação para que fãs da versão brasileira de “Rebelde” se manifestassem contra a reprise da versão mexicana.

O confronto RBD x RBR dominou as redes sociais durante toda a madrugada desta terça-feira (30). No Twitter, hashtags como #OrgulhoDeSerRBR duelavam contra #YSoyRebeldeEmBreveNoSBT e #ChoraRBR.

Inflamados, fãs se uniram em ‘facções’ e começaram a trocar ofensas entre si, com amantes da versão brasileira tachando a mexicana de “ultrapassada”, enquanto os fanáticos pelo RBD zombavam do fato da novela da Record ter sido cancelada por baixa audiência.

No Facebook, imagens de ambos os grupos com legendas ofensivas figuraram entre as mais compartilhadas da rede e até mesmo blogs com títulos como “Eu odeio o RBD” e “O fracasso do RBR” foram criados às pressas.

ORIGENS

A versão de “Rebelde” que será reexibida pelo SBT foi produzida pela Televisa entre 2004 e 2006. A mesma Televisa vendeu os direitos da trama à Record, que produziu sua “Rebelde” até o ano passado, totalizando 410 capítulos.

Ambas, porém, são remakes. A versão original de “Rebelde” é argentina e foi escrita por Cris Morena, autora de outros grandes sucessos latinos como “Chiquititas” e “Floribella”.

Fonte RD1

Este Post é

0 Comentários:

Postar um comentário