10 de agosto de 2013

Justiça libera o Pânico de fazer imitação de Sílvio Santos


O Pânico na Band pode voltar a apresentar a imitação de Sílvio Santos, interpretada pelo comediante Wellington Muniz, o Ceará. A justiça de São Paulo liberou a paródia do apresentador, alegando que impedir essa imitação viola a liberdade de expressão.

À coluna F5, da Folha Online, os advogados da Band afirmam que o Tribunal de Justiça reconheceu a proteção à liberdade de expressão e ao trabalho artístico, que são garantidos pela Constituição Federal.

No ano passado, Sílvio Santos entrou com uma ação proibindo que Ceará o imitasse, como fazia semanalmente no programa Pânico. O motivo alegado foi de que o Pânico teria incluído um palavrão em sua fala, em uma das dublagens. A atração ainda foi proibida de sequer citar o nome do apresentador e empresário, com pena de multa.

Desde essa época Pânico e SBT travam uma briga na justiça.

Através de sua assessoria de imprensa a Band confirmou que a justiça realmente liberou a apresentação do personagem, mas ainda não sabe se a paródia voltará a ser apresentada pelo humorístico, que já até realizou o enterro simbólico da imitação.

Procurada a assessoria do SBT afirmou apenas que não vai se manifestar sobre o assunto e que a decisão ainda cabe recurso.

Este Post é

0 Comentários:

Postar um comentário