12 de setembro de 2013

"É muita polícia para o horário", diz Datena sobre a volta do "Aqui Agora"

http://1.bp.blogspot.com/-tUB_3NanBJo/URGb9RhyA0I/AAAAAAAAAV0/E9kB4KRtenU/s640/profeta34.jpg 
José Luiz Datena não gostou de saber da volta do programa "Aqui Agora", no SBT, que tem como missão concorrer com seu programa e com o "Cidade Alerta", de Marcelo Rezende. "É muita polícia para o horário", afirmou o apresentador nesta quinta-feira (12).

"Acho um absurdo esse boom de programa policial. Mas não vou questionar a decisão do Silvio [Santos], ele que sabe de televisão... Aliás, se tem uma coisa que me arrependo é de não ter ido trabalhar com ele. Há cerca de dois anos a gente conversou e ele já tinha falado da vontade de voltar com o 'Aqui Agora'... Me queria como apresentador", completou Datena.

À frente do "Brasil Urgente", da Bandeirantes, Datena voltou a reafirmar sua vontade de abandonar as páginas criminais do Brasil. Segundo ele, isso ainda não aconteceu porque não o deixam fazer outra coisa.

"Faz tempo que quero deixar de apresentar programas policiais. Tenho capacidade de fazer outras coisas. Maleabilidade de apresentar qualquer tipo de programa. Está na hora de mudar", concluiu.

Para sanar seu desejo de mudança, dia 15 de setembro começa a segunda temporada do game show "Quem Fica em Pé", da Band. Na atração, o apresentador deixa de lado as tragédias e se diverte ao lado dos participantes que tentam não cair no buraco.

Volta do "Aqui Agora"

De acordo com o colunista do UOL, Flávio Ricco, Silvio Santos, logo após a gravação do seu programa na tarde da última quarta, determinou a volta do jornalístico "Aqui Agora" a partir do dia 23. A apresentação será de Neila Medeiros, que estava em Brasília e se transferiu para São Paulo. Neila trabalha no SBT desde 2005 e acumulou, durante quatro anos, a função de editora e apresentadora no "Jornal do SBT Brasília". No final da noite de quarta, o SBT já exibia no intervalo de sua programação uma chamada anunciando a novidade.

O dono do baú admitiu que a reprise de "Carrossel" foi um erro e apresentou Neila como "a mulher escolhida para enfrentar Marcelo Rezende e José Luiz Datena", fazendo referência aos âncoras dos principais telejornais policiais da concorrência, respectivamente Record e Band.

Este Post é

0 Comentários:

Postar um comentário