7 de novembro de 2013

Pátio de helicóptero pode forçar SBT a fazer investimento milionário

http://noticiasdatv.uol.com.br/application/public/img/noticias/625_315_1383754479Anhanguera.jpg 
A construção de um helicentro em Osasco (SP), bem ao lado da sede do SBT, pode forçar a emissora de Silvio Santos a fazer um investimento milionário. No local, será inaugurado um complexo de hangaragem (estacionamento) e manutenção de helicópteros. Em operação no primeiro semestre de 2014, o helicentro terá capacidade para 150 aeronaves estacionadas e 50 em manutenção.

Vizinhos do helicentro e SBT, desde já, temem pela poluição sonora: "O barulho deve atrapalhar o andamento das gravações, por exemplo", prevê um funcionário do SBT, que pede para não ser identificado.

Inaugurados em 1995, os 11 estúdios do Complexo Anhanguera, sede do SBT, foram inteiramente copiados do centro de produções da rede mexicana Televisa. Possuem oito metros de altura _enquanto os da Globo têm dez_, mas em nenhum deles há isolamento acústico. Para fazê-lo, a emissora terá de  rebaixar refletores, o que pode influenciar na imagem que chega ao telespectador. 

Briga judicial

O helicentro está sendo erguido pela Helibase Serviços. O advogado da empresa, Ricardo Collucci, diz que não haverá voos comerciais no local e que toda a documentação do empreendimento está em dia, de acordo com a legislação municipal  e estadual.

SBT e a Helibase travam uma briga na Justiça. Após diversas reportagens contrárias à obra, a Helibase entrou com uma ação judicial contra o SBT "por veiculação de notícias falsas". A empresa está pedindo indenização por danos morais. 

Por meio da assessoria de imprensa, o SBT disse que não se manifestaria sobre o assunto.

Este Post é

0 Comentários:

Postar um comentário