28 de novembro de 2013

'Quando chego, as pessoas têm de saber disso', diz o ex-'Casa dos Artistas', Supla, sobre estilo

http://s2.glbimg.com/_ihZqCSNIc4V_i5ILlkwKbTII3Q=/300x225/s.glbimg.com/jo/eg/f/original/2013/11/21/07.jpg 
Talvez o look mais surpreendente que Supla usou no dia desta entrevista seja o que ele estava ao receber o EGO em seu apartamento, localizado no Centro de São Paulo, em uma manhã de novembro. Com jeans e camiseta, o cantor só lembrava o estilo exótico para se vestir por causa dos cabelos espetados. "Não é que eu goste que meu estilo seja extravagante", desconversa o cantor: "Gosto de estar bem para o público, né? É uma forma de brincar, de me expressar".

O visual que é marca registrada de Supla também serve de figurino para o reality show "Papito in love", da MTV. No programa, 14 mulheres disputam o posto de namorada do cantor. "Foi tudo ideia minha. Eu que quis pintar a casa de rosa para ficar diferente. Homem tem de ter coragem para usar rosa", diz ele, que ainda não sabe se vai arrumar, de fato, uma namorada - até porque a vencedora poderá escolher entre ficar com o cantor ou um prêmio de R$ 100 mil. "A ideia foi minha, então alguma coisa na vida real deve acontecer", comenta.

O 'blá blá blá' da moda



Não foi fácil convencer Supla a posar para as fotos desta matéria. "Gosto de moda, não gosto é do 'blá blá blá' em torno dela, sabe? Detesto tudo isso, acho de uma futilidade... Queria estar nu", brinca ele, que costuma mandar fazer suas roupas.

"Esta calça verde pedi para a Lígia Primal fazer. É uma amiga que é muito louca, já foi skinhead. Vi um couro verde, achei que era bem extravagante e ela fez. Ficou uma boa combinação", conta ele sobre a calça usada na foto que abre esta matéria. "Não gosto é da galera blinded by fashion, da galera cega por moda, desse entorno, sabe?", diz,  usando termos em inglês, outra marca registrada sua.

A inspiração de Supla vem de muitas pessoas. Entre elas, David Bowie. "Vi o show da turnê 'Let's Dance' em 1983 e pirei. Eu tinha 13 anos. Os suspensórios, o estilo clássico skinhead e o cabelo branco vieram daí. Aquilo mudou a minha vida", relembra. "O polo também me inspira, já fiz shows usando a calça e a bota que uso para praticar".

A ideia de se vestir de modo original começou na adolescência, quando Supla morava nos EUA. "Já me vestia diferente quando morava nos Estados Unidos. Quando voltei para cá,  tinha um monte de camiseta de times de futebol americano. Mas quando eu voltei e vi o cenário musical no Brasil eu pensei: 'Cara, não tem ninguém assim aqui. Eu inventei este estilo. Tenho de chegar num local e as pessoas têm de saber que eu cheguei". Mas isso não é a prioridade de Supla, garante ele. "Mais importante é a música", diz o cantor, que tem uma banda com o irmão, João Suplicy, a "Brothers of Brazil".

Vaidoso

Supla não se assume como vaidoso, mas a verdade é que ele vai ao salão de beleza pelo menos uma vez por semana. "Vou sempre para arrumar meu cabelo. Se tenho gravação, vou até mais de uma vez por semana", conta ele, que é amigo de Natália Alves, do salão CKamura, com quem hidrata, corta e colore os fios.

Quando está em turnê, o cantor diz que não dá para ser tão vaidoso assim. "Ano passado fiz uma turnê com a banda, viajando em um trailer, e fiquei 20 dias sem tomar banho e usando kilt (saia de traje típico escocês)". Supla mantém a forma com atividades físicas, mas detesta academia. "Tenho de estar em boas condições físicas para cantar e tocar bateria ao mesmo tempo. Modéstia à parte, não é fácil. Corro, pego onda, jogo futebol. Já fiz bastante academia, mas odeio. Tenho dois pinos no joelho de um acidente que sofri, mas ainda assim vou jogar futebol com o pessoal da MTV e a molecada toma pau", diverte-se.

E o estilo, agrada à mulherada? "O pessoal gosta bastante. Mas as mulheres gostam mais do meu cabelo sem estar espetado, uma coisa mais Marilyn Monroe".
[Moda] Supla - Guarda Roupa [2] (Foto: EGO)

Este Post é

0 Comentários:

Postar um comentário