15 de novembro de 2013

SBT adia para 2015 projeto de segundo horário de novelas inéditas


http://noticiasdatv.uol.com.br/application/public/img/noticias/625_315_1384512711chiquititas.jpeg 
O SBT adiou para 2015 os planos de voltar a ter um segundo horário de novelas. Executivos da emissora chegaram à conclusão de que 2014 será um ano difícil, porque boa parte das verbas publicitárias estarão comprometidas com Copa do Mundo e porque haverá eleições no segundo semestre.

Nesse cenário, acreditam, não seria prudente arriscar em uma produção que só começa a dar retorno publicitário depois de um investimento de pelo menos R$ 20 milhões _isso se a nova novela fizer sucesso no Ibope. Perder um investimento desses, no caso do SBT, poderia colocar em risco boa parte do lucro líquido de um ano inteiro.

O SBT vem sonhando com um cenário em que teria duas novelas inéditas exibidas simultaneamente em dois horários diferentes desde 2011, quando se viu com dois autores contratados: Íris Abravanel, mulher de Silvio Santos, e Tiago Santiago. Íris emplacou com adaptações de novelas mexicanas e argentinas para o público infanto-juvenil. Tiago Santiago fracassou e não gravou mais nada desde Amor e Revolução. Ficou dois anos contratado escrevendo textos que poderão ficar engavetados para sempre.

Em 2012 e em 2013, os executivos do SBT queimaram neurônios para tentar viabilizar um desses projetos de Tiago Santiago. Eram dois: uma novelinha sobre um adolescente com um gênio da lâmpada e uma outra na linha Mutantes, que escreveu para a Record, emissora com a qual Santiago, agora, negocia sua volta.

O SBT não tem duas novelas próprias exibidas simultaneamente desde 2001. Naquele ano, durante pouco mais de um mês, a emissora mostrou a terceira versão de Direito de Nascer e Pícara Sonhadora.

Este Post é

0 Comentários:

Postar um comentário