5 de fevereiro de 2015

SBT registra oitavo mês consecutivo à frente da Record na audiência; saiba mais

SBT supera Record pelo oitavo mês consecutivo no PNT
Pelo oitavo mês consecutivo, o SBT fechou à frente da Record na audiência das 24 horas no PNT (Painel Nacional de Televisão). A emissora de Silvio Santos registrou o maior crescimento no comparativo de janeiro de 2015 com o mesmo período do ano passado.

No último mês, o canal obteve média nacional de 4.1 pontos, ante 3.7 da concorrente. Um incremento de 8%. No intervalo, Globo (12.4) e Band (1.4) perderam 4% e 9%, respectivamente. Já a Record oscilou positivamente em 1%. Cada ponto equivale a 233 mil domicílios no PNT.

Na média-tarde, das 12h às 18h, o SBT registrou 5.6 pontos e fechou na vice-liderança com 19% mais audiência do que a rival, que cravou 4.7, anotando um crescimento na mesma ordem. No período, a rede de Edir Macedo avançou na faixa em 4% (de 4.5 para 4.7), enquanto que a Globo caiu 4% (de 14.2 para 13.6).

No horário nobre, das 18h à 0h, o SBT marcou 5.7 de média e obteve um salto de 15%, ante 5.0 do mesmo mês do ano passado. A Record manteve os 5.7 pontos registrados em janeiro de 2014, e a Globo perdeu 8% de audiência na principal faixa da TV aberta (de 24.9 para 22.8).

O bom resultado do SBT deve-se, sobretudo, ao desempenho de 20 atrações do canal, que derrotaram ou empataram com a Record ao longo de janeiro. Eis a lista: “A Praça é Nossa” (7.1 x 4.4), “Pousada do Ratinho” (7.6 x 5.0), “Casos de Família” (6.5 x 3.9), “Chiquititas” (8.3 x 6.0), “Programa do Ratinho” (5.8 x 4.8), “The Noite” (3.1 x 2.2), “Okay Pessoal!” (1.4 x 0.6), “Bom Dia & Cia” (4.5 x 3.8), “Roda a Roda” (6.1 x 5.4), “Conexão Repórter” (4.2 x 3.7), “Eliana” (6.3 x 6.0), “Programa Silvio Santos” (8.7 x 8.7), “Cine Espetacular” (6.2 x 3.7), “Cine Belas Artes” (2.9 x 1.7), “Tela de Sucessos” (5.0 x 4.8), “Jornal do SBT” (2.0 x 0.9), “Notícias da Manhã” (1.2 x 0.9), “Esmeralda” (7.5 x 3.0), “Sortilégio” (6.5 x 2.7) e “A Feia Mais Bela” (5.4 x 3.2).

Este Post é

0 Comentários:

Postar um comentário