29 de abril de 2015

Em entrevista exclusiva ao, "SBT FÃ", o cantor sertanejo João Victor fala de sua participação no reality “Cantando no SBT”

 “... E hoje eu acho que o mais pronto de todos para gravar um CD, para seguir uma carreira: João Victor!”

Foram com essas palavras que Afonso Nigro anunciou para todos os competidores e espectadores do “Cantando no SBT” o nome do grande vencedor da primeira temporada do reality, João Victor, que na época estava com 12 anos de idade.

Mas enganasse quem pensa que sua trajetória começou ali, pois o garoto de Sorocaba/SP começou bem cedo na música mais precisamente aos 6 anos de idade e antes de colocar os pés nos palcos da emissora de Silvio Santos  o garoto já havia participado de espetáculos no Teatro Municipal de Sorocaba, shows beneficentes, festas de rodeio, onde abriu a shows de alguns cantores, gravado uma faixa em um CD educativo e participado em shows de viola caipira.

Hoje aos 17 anos, João Victor, segue como cantor e se prepara para lançar o seu mais novo álbum “Sois”.

Confira abaixo a entrevista exclusiva de João Victor ao SBT FÃ:

SF - João Victor desde os seis anos de idade que você canta hoje você está com dezessete. O que mudou na sua voz ao longo destes onze anos de carreira e o que você faz para que essa mudança não lhe descaracterizar perante seu público?

JV - Com certeza a minha voz mudou de lá pra cá. Mas foi de uma forma gradativa e natural. Não passei Por aquela fase das “gaiteadas” kkk. Quanto à descaracterização, acho que o público foi acompanhando essa mudança que não foi muito brusca, e com isso não houve nada radical.

SF - Apesar de ter começado cedo na musica, você só se tornou conhecido pelo grande público, aos doze anos, depois de participar do programa “Cantando no SBT”. Como foi para você se adaptar na época ao assédio da mídia e dos fãs?

JV - Para mim foi um pouco assustador no começo, mas eu passei a amar aquilo tudo. O público cada vez maior nos acompanhando e conhecendo nossas músicas, para mim foi maravilhoso.

SF - De quem foi à ideia de lhe inscrever no programa?

JV - A ideia partiu do meu pai que tinha visto um anúncio do programa na internet

SF - No programa você competia com outras crianças igualmente talentosas. Como era o clima nos bastidores existia alguma rincha?

JV - Que nada kkk. O clima era ótimo, nos divertíamos muito. Fiz vários amigos lá que tenho contato até hoje.

SF - Logo após o término do “Cantando no SBT” você participou de vários outros programas do SBT e certa vez você foi ao infantil “Bom Dia & Cia”. Surgiu na época por parte do SBT alguma proposta para que você apresentasse um programa na emissora?

JV - Não apareceu esse tipo de proposta. Apenas convites para participar de alguns programas como cantor mesmo.

SF - Na época surgiram rumores de que a TV Record estaria interessada em lhe contratar para participar da telenovela “Rebelde”. Realmente ouve alguma proposta por parte da emissora de Edir Macedo ou essa informação não procede?

JV - Realmente apareceu essa proposta para uma participação na novela, inclusive eu fiz essa participação e fui por algum tempo contratado da Record Entretenimento, fazendo vários shows com a banda “Rebeldes” por muitas cidades de todo o país.

SF - Com a maturidade que você tem hoje, você acha que teria aproveitado melhor a projeção que o programa lhe deu?

JV - Eu acredito que tudo na vida tem o momento certo para cada acontecimento. Foi muito importante e foi muito bom naquele momento eu ter participado do programa, pois adquiri muita experiência na frente das câmeras e foi onde “começou” a minha carreira profissional. Tudo foi muito válido e fez parte do meu crescimento também. Eu acho que aproveitei bastante à repercussão do programa, e hoje em dia, não seria diferente.


SF - Sua primeira composição foi "Amor bandido", na qual você fala de amor, separação e desilusão. De onde surgiu a inspiração para essa música?

JV -  Eu sempre ouvi muita música romântica, sempre fui apaixonado pela música sertaneja, e vieram destas, essa minha inspiração. Até porque, com meus 12 anos eu ainda não tinha muita experiência amorosa,né?kkkk

SF - Em qual segmento sertanejo nós podemos dizer que você se encaixa o sertanejo universitário ou o de raiz?

JV - Eu acho que eu me encaixo no Sertanejo mais Romântico. Inclusive esse novo projeto que está por vir, “Sois” possui várias músicas apaixonadas e lentas. Também tem algumas músicas mais agitadas que são Sertanejo Universitário, mas a grande maioria é de músicas mais lentas e mantendo a essência romântica do sertanejo.

SF - Em seu site vi que você se inspira em cantores e compositores como Zezé di Camargo, Victor e Léo, Eduardo Costa e Jorge e Matheus, todos do meio sertanejo, tem algum outro cantor ou compositor que não seja do meio, mas que você tenha como inspiração?

JV - Tem sim. Desde pequeno eu sempre ouvi muita música raiz, então eu trago como inspiração vários cantores como Milionário e José Rico, João Mineiro e Marciano, enfim..uma lista enorme, Mas também não só cantores do sertanejo como também gosto muito de ouvir alguns cantores de MPB como Fagner, Zé Ramalho e Fábio Jr, que também me inspiram.


Para finalizar gostaria que você respondesse objetivamente ao nosso bate e volta:

Família... meu porto seguro.
Fama... consequência de um trabalho feito com amor e muita dedicação.
Dinheiro... é preciso para se manter, mas ele tem que saber que quem manda nele sou eu, e não ele em mim.
Deus... presente a cada minuto em minha vida. Tudo.

Contatos para Shows:

(15) 3211-0500 / (15) 99143-7816 / Id: 959*230

Visite o site de João Victor:

http://www.joaovictorevoce.com.br/index.php

Redação SBT FÃ

Este Post é

2 Comentários:

  1. Como ele está gatinho me lembro dele no programa.... Foi um grande sucesso! Parabéns querido!

    ResponderExcluir
  2. SBT fã sempre nos fazendo relembrar... Amo reviver e ver coisas do passado! Parabéns aos pais de João vcs fabricaram um lindo jovem!

    ResponderExcluir