14 de abril de 2015

SBT demite 46 funcionários após cancelar jornal Notícias da Manhã

O SBT demitiu na tarde desta terça-feira (14) 46 funcionários que trabalhavam no Notícias da Manhã, telejornal que foi ao ar até a última sexta (10). Metade deles trabalhava na Redação como produtores e pauteiros e o restante estava na parte técnica. A emissora confirma os cortes e justifica que não conseguiu reaproveitar todos os empregados após o cancelamento do jornalístico.

Os apresentadores Neila Medeiros, Bruno Vicari, Patrícia Rocha e Carolina Aguaidas continuam no SBT. Parte dos repórteres do Notícias da Manhã também segue contratada, porém outros têm situação indefinida. "Não sei [se vou ser demitido]. Reza aí", disse um repórter da emissora, apreensivo.

Os funcionários foram chamados um a um pelos superiores e encaminhados para o departamento de RH (Recursos Humanos) da emissora. Os cortes atingiram todos os setores do jornalismo, produtores, editores, técnicos e até estagiários. O helicóptero do jornalismo teve decolagens cortadas, e as viagens também foram suspensas. A economia com viagens e transporte vem desde às vésperas do Carnaval.

Sob efeito da crise econômica no Brasil, o SBT segue a mesma política de cortes e dispensas das concorrentes. A Band, oficialmente planeja enxugar de 5% a 6% dos custos, cancelou programas como Agora É Tarde, rescindiu com Luiz Bacci e fez demissões no Rio de Janeiro e outros Estados. A Record está terceirizando áreas técnicas, como marcenaria e cenografia, e estuda eliminar 200 empregos.

Este Post é

0 Comentários:

Postar um comentário