16 de abril de 2015

Sheherazade é eleita a comentarista política de maior confiança entre os “anti-Dilma” e “anti-PT”

Rachel Sheherazade é eleita "musa" dos que vão às ruas contra o PT e o Governo Dilma
Pesquisa coordenada pela socióloga Esther Solano, da Unifesp, e pelo filósofo Pablo Ortellado, da USP, mostra que Rachel Sheherazade é a comentarista política preferida pela maioria dos manifestantes que marcaram presença na Avenida Paulista no último domingo, 12, em ato contra o Governo Dilma Rousseff e o Partido dos Trabalhadores (PT). O levantamento ouviu 571 manifestantes.

A âncora do “SBT Brasil” e do “Jornal da Manhã”, da rádio Jovem Pan, é confiável segundo 49.4% dos entrevistados. Na sequência aparecem Reinaldo Azevedo (39.6%) e Paulo Henrique Amorim (28.0%). Já entre os não confiáveis estão José Luiz Datena (43.8%), William Bonner (27.7%) e Luís Nassif (25.4%).

A opção por Sheherazade é justificável pela contundente postura da jornalista contra a administração federal. Dona de comentários ácidos e irônicos, Rachel costuma cravar as unhas na jugular do petismo dia sim, dia sim. No SBT, os pitacos da paraibana foram interrompidos após ordens de Silvio Santos.

Os protestantes opinaram também sobre a confiança que têm em outros setores da sociedade – imprensa, partidos, ONGs, movimentos sociais, políticos, fontes de informação e frases, como por exemplo “O PT quer implantar um regime comunista no Brasil”.

Entre os veículos de comunicação, Veja (51.8%), O Estado de S.Paulo (40.2%) e Globo News (34.5%) foram os mais bem avaliados numa escala passível de cinco opções (“não respondeu”, “confia muito”, “confia pouco”, “não confia” e “não conhece”). Já entre os poucos confiáveis aparecem “Jornal Nacional” (37.1%), carro-chefe do jornalismo da TV Globo, Carta Capital (32.6%) e “Jornal da Record” (31.1%), da TV Record.

Este Post é

0 Comentários:

Postar um comentário