29 de junho de 2015

“A Globo entendeu que não compete com a Record e o SBT”, dispara Wagner Moura

Prestes a estrelar “Narcos”, série sobre a trajetória de Pablo Escobar e do tráfico de drogas na Colômbia, Wagner Moura analisou o crescimento da Globo no gênero.

“A novela é um produto diferente, muito latino e da cultura brasileira. Você demora um ano fazendo. Mas, a Globo está produzindo mais séries boas, entendeu que não compete com a Record e o SBT, ela concorre com Netflix e HBO. O padrão de qualidade aumentou. Se aparecer uma coisa boa na Rede Globo e quiserem que eu faça, eu vou fazer também”, afirmou o ator em entrevista ao jornal “O Globo”.

Vale lembrar que o baiano está longe dos folhetins desde 2007, quando fez “Paraíso Tropical”, e, desde então, emendou um longa-metragem atrás do outro.

“As escolhas que faço são coisas que vão me enriquecer na minha vida, que vão fazer sentido na minha vida pessoal. Sempre peso a minha família, tenho três filhos, moro no Rio. Agora que estou falando espanhol, tenho mais vontade de fazer filmes na Argentina, no México. E aberto a personagens bons nos EUA e aqui no Brasil”, disse.

Para as gravações da série da Netflix, Moura precisou morar na Colômbia, aprender o sotaque paisa – como é chamado o espanhol da região de Medellín – e engordar 20 quilos. O enredo, dirigido por José Padilha, será lançado no dia 28 de agosto.

Este Post é

0 Comentários:

Postar um comentário