17 de julho de 2015

SBT exibe amanhã final do 'Cozinha Sob Pressão'

Divulgação
Após vencerem outros 14 participantes ao longo de 13 programas, Filipe Santos, 35, e Hugo Grassi, 28, são os finalistas da segunda temporada do reality show "Cozinha Sob Pressão" (SBT) e concorrem ao prêmio de R$ 100 mil reais em barras de ouro amanhã. O campeão leva também um prêmio oferecido pelos patrocinadores da atração, Friboi e Seara, que é uma viagem de 20 dias para Nova Iorque (EUA), onde visitará restaurantes renomados e fará um curso na escola de gastronomia mais cobiçada do mundo, a CIA.

O grande dia começa repleto de emoções para Hugo e Felipe, que após o confinamento de semanas em um hotel de São Paulo, reencontram seus familiares durante um café da manhã. Em seguida, os dois se emocionam durante a entrega dos dolmas oficias do "Cozinha Sob Pressão". Essa entrega é feita pelos chefs referência dos dois, de maneira inesperada e surpreendente. Felipe chora ao ver o mestre Geovane Carneiro, enquanto Hugo fica contente ao receber o dolma do chef Paulo Kotzent.

Em seguida, os 14 ex-participantes eliminados nesta temporada do reality show retornam ao "Cozinha Sob Pressão" para formação de duas equipes que vão duelar sob o comando dos finalistas. Após a divisão feitas das equipes, Hugo e Felipe discutem com suas equipes os pratos que serão servidos. Bertolazzi avalia tudo de perto para tomar a decisão de quem será o grande campeão. Os finalistas também são surpreendidos com a notícia do chef Carlos Bertolazzi de que o melhor prato dessa prova final passará a fazer parte do cardápio de seu restaurante, o Zenna Caffé.

No restaurante da cozinha, ainda mais uma surpresa antes do início da prova final, chegam os clientes, que dessa vez são especiais, formados pelos familiares, amigos e convidados especiais de Bertolazzi, o que deixa o clima ainda mais especial e tenso.

Nesta temporada, o programa alcançou grande repercussão nas redes sociais, e a hashtag #CozinhaSobPressão ficou várias vezes em primeiro lugar entre os assuntos mais comentados do Twitter. Uma outra novidade desta edição foi a interação dos telespectadores, que durante o programa, puderam interagir com o chef Carlos Bertolazzi (@CaBertolazzi) no Twitter.

Sobre Filipe Santos

Filipe se envolveu com a cozinha em 2008, quando trabalhava numa padaria. "Foi basicamente por necessidade", conta. Depois disso resolveu estudar gastronomia e não parou mais.

Já trabalhou em bistrô, no famoso restaurante DOM, em São Paulo, e, durante a Copa do Mundo, em Manaus. Depois disso passou chefiar a cozinha do Allianz Parque, a arena multiuso do Palmeiras, onde serve o público dos camarotes.

Filipe diz que tem forte influência da culinária brasileira contemporânea e, caso vença o "Cozinha Sob Pressão", sonha em abrir o próprio restaurante focado na área. Dentre suas especialidades, estão os pratos arroz de garoupa, com escama de peixe frito, e rabada.

Sobre Hugo Grassi

Hugo afirma que sonhava em estudar jornalismo, mas acabou matriculado no curso de gastronomia. "Sempre fui péssimo na escola e esse era o curso com menos concorrentes", entrega. A paixão pelas panelas aconteceu logo depois e hoje não se vê fazendo outra coisa.

Adepto da cozinha contemporânea, o chef diz gostar de englobar influências de diversas partes do mundo em seus pratos, mas tem um carinho especial pela culinária italiana. Também adora usar aqueles produtos que ficam esquecidos na prateleira. Dentre os pratos que são sua marca registrada, ele cita o risoto de queijo tallegio, com ragu de vitela e chutney de maçã verde, além de doces como o panetone recheado com brigadeiro belga.

Este Post é

0 Comentários:

Postar um comentário