7 de julho de 2015

Sem professora Helena, "Carrossel - O Filme" é lançado para a imprensa

O espírito aventureiro dos 'pestinhas' da fictícia Escola Mundial pode ser visto diariamente no SBT, na reprise da novela que é sucesso entre crianças e adolescentes até hoje. Dois anos se passaram desde o último capítulo gravado, eles cresceram, mas a diversão continua nas telonas em "Carrossel - O Filme".

Na coletiva de imprensa que aconteceu na tarde desta terça-feira (07), em São Paulo, o longa foi exibido em primeira-mão para a imprensa -  Rosanne Mulholland, a professora Helena, que no período das gravações ela já havia retornado à Globo não está no filme.

A turma não vê a hora de chegarem as férias. Eis que finalmente todos recebem o convite de Alícia (Fernanda Concon) para um acampamento no sítio de seu avô. É o passaporte garantido para a diversão e... muita confusão. A história frisa a importância da amizade sincera e verdadeira entre as pessoas.

Lucas Santos era o mais empolgado do elenco na coletiva. Em conversa com a reportagem, o ator confessou que ficou admirado ao ver seu trabalho refletido no cinema, destacando a principal diferença entre as duas linguagens: “Na novela a gente gravava umas 16 cenas por dia. Até mais. No filme era uma apenas, era algo bem detalhado e trabalhado”. Seu personagem, Paulo Guerra, segue firme nas brincadeiras mais assustadoras com os colegas.

Entretanto nem tudo são flores. Dois vilões prometem estragar com a festa programada dos alunos. O ator e cantor Paulo Miklos contou sobre sua preparação. “Meu receio era ficar assustador de verdade. Encontrei o tom do personagem com a ajuda dos diretores. E o resultado foi surpreendente”, faz mistério.

Já o ex-"CQC" Oscar Filho brinca ao dizer que “odeia criança de verdade”. Claro que não passa de uma de suas irreverências. “Meu personagem é meio bobo, vai na onda fazendo tudo por medo. Ele deseja ser o melhor vilão, sendo assim, foi mais fácil ser caricato. Me joguei tive essa liberdade de composição da direção”, avalia.

Jean Paulo Campos, o intérprete do ingênuo Cirilo, dessa vez se deu muito bem na trama. O tão esperado beijo acontece entre ele e sua amada, Maria Joaquina (Larissa Manoela). “As pessoas ficavam me cobrando desde a novela”, se defende e ressalta que levou o trabalho a sério, sem deixar de ser criança: “A gente brincava muito, nos divertimos de verdade e, ao mesmo tempo, trabalhando”.

Sua colega de elenco, a atriz e apresentadora Maísa Silva, diz que encarnou todas as emoções reais de Valéria. “Está eternizado. Senti as sensações e aflições dela. Claro que rimos bastante nas cenas de romance”, relembra dizendo que todos formaram uma grande família e mantêm contato pelo grupo no WhatsApp. A amiga Sthefany Vaz (Carmem) brinca ao revelar que é tanta mensagem instantânea que todos trocam que, às vezes, ela coloca o aplicativo no silencioso.

Com direção de Alexandre Boury e Mauricio Eça, "Carrossel - O Filme" chegará aos cinemas de todo o Brasil no dia 23 de julho. É uma ótima programação nas férias, não só para crianças e jovens, mas é indicado para toda a família.

Este Post é

0 Comentários:

Postar um comentário