21 de junho de 2016

Livro revela briga entre Cristiano Araújo e Gusttavo Lima: “Praticamente se odiavam”

Um ano após a morte do cantor Cristiano Araújo, a Editora Kelps lança o livro “Onze Mil Horas – Um Fotógrafo em Turnê com Cristiano Araújo”, escrito por Flaney Gonzallez, no qual segredos da carreira do músico são revelados.

A publicação reúne imagens e detalhes de bastidores até aqui desconhecidos do público, como uma briga que o cantor teve com Gusttavo Lima. “Uma série de desencontros, conversas truncadas e alfinetadas levaram os dois a um bate-boca muito feio pelo celular. Desde então, praticamente se odiavam”, conta o autor.

“Ninguém sabe ao certo o que houve. Eram amigos e, de repente, não eram mais. Cristiano desconfiava que poderia ser coisa da equipe de um e de outro, afinal, eram concorrentes. Tive e tenho medo de parecer oportunista. Mas conversei com o Seu João (pai de Cristiano). Não tinha por que não mostrar todo esse material”, esclarece.

Em outro trecho, Flaney diz que uma falha da assessoria de Cristiano envolvendo Wesley Safadão deixou o artista muito irritado. “Foi um erro num post feito pelo marketing, onde Cris posa ao lado do forrozeiro e na legenda diz: ‘Sempre bom rever você, meu amor!’, ao invés de ‘meu amigo’. Cristiano ficou bravíssimo”, afirma.

O profissional também relata como foi seu último encontro com o sertanejo. “Foi um dia estranho. Ele estava triste. Cheguei e ele não me olhou no olho. Achei até que estava chateado. Saí meia hora antes dele. Não acredito que tenha sido premonição, nada disso. Poderia ser só cansaço. A última frase que trocamos foi ‘Então, até amanhã, parceiro’. O livro é minha forma de dizer, ‘obrigado, parceiro’”, conclui.

Este Post é

0 Comentários:

Postar um comentário