17 de junho de 2016

Sem fazer alardes, SBT se arma para esquentar a briga pela vice-liderança. O que vem por aí?

Engana-se quem acredita que o SBT está parado diante da crise econômica que assola o país olhando apenas o que as concorrentes estão fazendo. Discretamente, sua diretoria tem trabalhado para incluir novidades na grade, principalmente em agosto, mês em que a emissora completa 35 anos de atividades. A ordem do alto comando é trabalhar sem fazer muito alarde para entregar ao público bom conteúdo e formatos na hora certa e, principalmente, da maneira correta.

Um indício de que vem coisa por aí é a agenda cheia dos diretores ligados à programação, artístico e produção, incluindo reuniões dos comitês internos.  Como a ordem é ser discreto, quando questionados, afirmam que o valor do dólar inibe muita coisa.

O fato é que, aos poucos, o SBT vem se armando para manter quente a briga pela vice-liderança e reconquistar uma média melhor no horário nobre, faixa em que a Record ataca com duas superproduções em dramaturgia, produto que facilmente atrai o telespectador. No período da noite, o “Programa do Ratinho”, “Máquina da Fama” e “A Praça é Nossa” não fazem feio na disputa, muito pelo contrário, já que ultrapassam o adversário em vários momentos. Ao telespectador, só resta aguardar!

Este Post é

0 Comentários:

Postar um comentário