2 de setembro de 2016

Desligamento do sistema analógico em Brasília e SP, pode ser a primeira grande medida impopular do Governo Temer

Sob pressão das empresas de telefonia foi determinado que o desligamento do sistema analógico em Brasília, doa a quem doer, ocorrerá no dia 26 de outubro, apesar de levantamentos recentes indicarem que apenas 74% dos aparelhos estão habilitados para receber o sinal digital, longe dos 93% estabelecidos como mínimo exigido.

Medida que só nos leva a constatar a insensibilidade de algumas autoridades, que insistem em fazer prevalecer suas vontades na base da canetada.

Num momento como o de agora, com a economia de ponta cabeça e o desemprego atingindo cerca de 12 milhões de brasileiros, se ameaça impor ao cidadão comum mais essa penalidade, a de retirar a sua única diversão gratuita que é a televisão aberta.

Vindo-se a confirmar, como parece que vai se confirmar, essa ameaça sobre Brasília, será, sem dúvida, a primeira grande medida impopular do Governo Temer.

Os programas de entrega do kit gratuito não atendem as necessidades de todos, e não há quem, no uso perfeito das suas faculdades mentais, disposto a trocar o arroz e feijão de cada dia para comprar um novo televisor ou conversor.

Próxima da fila

Quem tem a curiosidade de abrir o site da Seja Digital, empresa criada pelas teles para desenvolver o processo de desligamento, encontra o seguinte aviso: "No dia 29/03/2017, o sinal analógico de São Paulo será desligado. Fique ligado para não ficar sem ver TV".

É uma insensibilidade que impressiona.

Este Post é

0 Comentários:

Postar um comentário