11 de novembro de 2016

Brincadeira de Silvio Santos está indo longe demais; entenda

No SBT, todos sabem, e não é de hoje, que Silvio Santos tem muitas vezes a necessidade de contrariar a lógica natural dos trabalhos, para demonstrar, através de medidas que nem ele deve entender muito bem, que ainda é o único dono e senhor da situação.

Só isso para explicar essa insana iniciativa de colocar um jovem, sem qualquer capacidade ou experiência, na apresentação do jornal das manhãs.

Vestir alguém, por acaso a mesma pessoa, com um saco na cabeça num programa de fofoca, questão de gosto à parte, já soa como certa irresponsabilidade, quanto mais à frente de um noticiário diário, que tem como condição indispensável a necessidade de ser sério.

O resultado, como não poderia deixar de ser, é trágico e nem um pouco cômico, especialmente para os cofres da emissora por não existir patrocinador insano suficiente para anunciar no horário. É uma brincadeira que já foi longe.

Em outros e tão bons tempos, o SBT teve baú e banco para financiar maluquices do tipo. Hoje, nem ele e nem Jequiti nenhuma vai segurar uma dessas.

A melhor demonstração do repúdio do público à colocação deste moço no jornal da manhã é a sua audiência. Ou a falta dela.

No horário, o SBT perde, todos os dias, para Globo, Record e Bandeirantes. E perde feio.

Este Post é

0 Comentários:

Postar um comentário