28 de novembro de 2016

Inicialmente criadas para o público infantil, novelas do SBT atraem mais os adultos


A novela “Carinha de Anjo” está agradando aos executivos do SBT. No entanto, ao avaliar o público que compõe a audiência da faixa, a emissora percebeu uma tendência dos adultos em se interessar por histórias  protagonizadas por crianças.

De acordo com o colunista Mauricio Stycer, 60% da audiência de “Carrossel”, que iniciou o horário de tramas infantis, era formado por adultos. Com “Chiquititas” (2013), o índice subiu para 61%. E com “Cúmplices de um Resgate” (2015), que está na reta final, os adultos representam 63% da audiência.

Agora, com o novo folhetim, o SBT  investe em um gênero menos explorado, a “teledramaturgia fofa”. Apesar disso, é notável que o público adulto permanecerá entre os telespectadores, entre eles,  donas de casa, avôs e avós.

Vale lembrar que “Carinha” está sendo exibida sem intervalos comerciais, uma estratégia que, naturalmente, ajuda a turbinar o Ibope. O SBT ainda pretende usar esta arma nos próximos capítulos. Sua estreia, exibida das 21h01 às 22h, cravou 13.6 pontos de média, 15.2 de pico e 18.5% de share, em seu primeiro capítulo, de acordo com dados consolidados da Grande São Paulo.

“Carinha de Anjo” alcançou a segunda melhor audiência de estreia desde “Rebelde” (2006), que iniciou sua segunda temporada com 16 pontos – só não superou “Cúmplices de Um Resgate”, que estreou com 15.0 pontos, em 03 de agosto de 2015. “Carrossel” e “Chiquititas” estrearam com 12.7 e 13.5 pontos, respectivamente.

Este Post é

0 Comentários:

Postar um comentário