2 de novembro de 2016

"SBT Brasil" ganha 1 em cada 3 telespectadores no período de um ano

Se o jornalístico "Primeiro Impacto" tem feito o SBT ser criticado, depois de colocar um jovem de 18 anos na apresentação, o mesmo não pode se dizer do "SBT Brasil", principal telejornal da casa.

Segundo levantamento em um ano - de outubro de 2015 a outubro de 2016 -, o noticiário comandado por Carlos Nascimento, Joseval Peixoto e Rachel Sheherazade ganhou um em cada três telespectadores novos.

Se em outubro do ano passado a média mensal foi de 5,2 pontos de média, no mês que está terminando o telejornal fechou 6,8, um crescimento de 30,7%. As melhores médias foram 8,0 pontos, conseguidas nos dias 3 e 10 de outubro.

Muitos desses telespectadores vieram a partir de junho deste ano, com o encurtamento do "Cidade Alerta" para que a novela "Escrava Mãe" fosse ao ar na Record. Com isso, quem queria notícia foi para o canal de Silvio Santos.

Vale ressaltar que, apesar do bom índice em outubro, o "SBT Brasil" fechou com uma média melhor ainda no último mês de agosto, quando teve 7,4 pontos - a melhor média mensal desde a estreia do telejornal em 2005, quando era comandado por Ana Paula Padrão.

O noticiário também perdeu o posto de programa menos visto entre meio-dia e meia-noite do SBT, como era há vários anos. Hoje, essa posição é brigada ferrenhamente pelo "Fofocando" e "Casos de Família".

Porém, mesmo com a subida eminente, o jornal ainda está em terceiro lugar nos dados e não venceu na média a novela concorrente, que tem 11 pontos de audiência desde sua estreia - inclusive em outubro.

Os dados refletem a preferência de um seleto grupo de telespectadores na Grande São Paulo.

Fonte Natelinha

Este Post é

0 Comentários:

Postar um comentário